As universidades nasceram com inspiração cristã

Images

 

 Convém não esquecer que não apenas as antigas universidades nascem do cristianismo, mas que muitas outras criadas até o século xviii, também o têm. Isso acontece em universidades europeias e norte-americanas. Harvard tinha em seu escudo, embora agora já não, Christo et Ecclesia, "Por Cristo e pela Igreja". Também Oxford usava, e ainda leva, em seu escudo Dominus, Illuminatio mea, "O Senhor é a minha luz", porque os que a fundaram, estavam convencidos da unidade do saber em Deus.

 

A fé cristã é uma fé que busca compreender, tal como diz a famosa frase de santo Anselmo de Canterbury, com ecos de san Agustín, fides quaerens intellectum. Desde os primeiros séculos, entrou em contato com a filosofia e os saberes gregos, a fé cristã aprendeu que não abrangia todo e que outros saberes que o ajudam a se desenvolver. Isso não significava, então, nem agora nenhuma deformação da mensagem evangélica, porque o mesmo Deus que se revelou na história da humanidade, dando origem à fé cristã, é o que criou o mundo, que é outra forma de revelar-se. Os cristãos sabemos que a fé traz muito, mas não contém todo o saber sobre Deus e sobre o ser humano ou sobre o mundo. Para definir seus limites e entender-se melhor a si mesmo, o saber revelado precisa do saber profano.

 

A antiguidade cristã experimentou, com toda a clareza, que a teologia precisava da filosofia, no sentido estrito em que hoje a entendemos no sentido mais amplo que esta palavra foi cunhada. Muitos já sabem que a "filosofia" significa amor ao saber ou a sabedoria. Mas o sentido antigo da palavra era amor a todo saber com certeza, que também incluía todos os saberes humanos bem estabelecidos.

 

E é precisamente este desejo de fé que se beneficia de todos os saberes humanos bem estabelecidos é o que dá origem às universidades medievais. Sobretudo, quando, desde o século xi, com Pedro Abelardo e Pedro Lombardo, se descobre que a lógica aristotélica é um método adequado e rigoroso para alcançar o saber. É um processo notável e com freqüência esquecido. Os saberes universitários e da mesma universidade nasceram, ao mesmo tempo, pelo desejo de saber e a consciência de ter um método para alcançá-lo de forma rigorosa. Isto explica que a lógica tenha estado na base dos saberes universitários (Trivium), até o século xix. Embora, com freqüência, por pura inércia e sem nenhuma conexão real com o propósito original.

 

As universidades nasceram quando foram criadas cátedras fixas para desenvolver com rigor os estudos de Filosofia e Teologia, atraindo estudantes de todo o mundo, desejosos de saber. E também, como agora, de conseguir um lugar reconhecido na sociedade. Desde então, a palavra "universidade" designa o conjunto dos saberes (universitas studiorum) e de todos os que querem dedicar-se a eles, tanto professores como alunos (universitas que et scholarium).

 

De aqui procede da antiga estrutura em faculdades da universidade, que dura até o século xix. Depois de os cursos de Humanidades e Gramática, que servem para aprender a língua culta comum —o latim—, dirigindo os textos clássicos, está a Faculdade de Artes Liberais), ou a Filosofia, onde se estuda o método científico (Lógica) e os saberes humanos básicos naturais (Matemática, Física ou Filosofia da Natureza, Metafísica e Ética). Só depois você pode passar para as faculdades superiores, como a de Teologia; a que se acrescentaram muito em breve as de Direito Civil e Canônico, e a Faculdade de Medicina.

 

Esta estrutura permaneceu até o século xix, quando as ciências experimentais, conscientes de ter um método diferente do aristotélico, emancipan da Faculdade de Filosofia. Desde então, a filosofia já não abrange todo o saber humano natural, mas que transformou-se em uma reflexão abstrata sobre todo o saber, e em uma disciplina dedicada à conservação e desenvolvimento de suas próprias tradições. Há que lamentar que essa separação, embora se beneficia com a especialização, o que também significou uma perda de contato entre as humanidades e as ciências experimentais, negativo para ambas as partes.

Para saber mais sobre o mundo acadêmico entre em contato com tcc sem drama . E fique por dentro das novidades!!